Cid anuncia quarta-feira piso do professor com reajuste de 12% a 14%

Por Painel

Primeiro ato Responsável pela pasta eleita por Dilma Rousseff como vitrine de seu segundo mandato, o ministro Cid Gomes (Educação) anuncia na próxima quarta-feira (7) o novo valor do piso nacional dos professores do ensino básico. Nesta sexta-feira, Cid se reuniu com secretários do MEC e, na segunda e na terça, recebe representantes do conselho de secretários estaduais e municipais de educação, além de sindicalistas, antes de anunciar o novo valor. O reajuste deverá ficar entre 12% e 14%.

Na pressão Quando convidou o ex-governador do Ceará para o MEC, a presidente já havia dito que a educação seria a prioridade do quadriênio. Mas o slogan “Brasil: pátria educadora” foi surpresa para ele também.

apode0301painell (1)

Torcida Na primeira fila da transmissão de cargo de Gilberto Carvalho para Miguel Rossetto na Secretaria-Geral, a ministra Eleonora Menicucci (Mulheres) era a mais animada: aplaudia efusivamente e gritava “muito bem” a cada defesa de políticas de esquerda e do PT.

Prestando… Paulo Bernardo (ex-Comunicações) incluiu em seu discurso de despedida uma resposta a setores do PT que o criticaram por não implementar a regulação da mídia nos quatro anos em que esteve à frente da pasta.

… contas Ao dizer que Dilma estabeleceu como prioridade do ministério a ampliação do acesso à banda larga, quis indicar que o tema, caro aos petistas, não estava no radar da presidente.

Projeto verão A resposta favorita dos agora ex-ministros sobre seus destinos após deixarem o governo é: “Vou para a praia”. Paulo Bernardo e Miriam Belchior (ex-Planejamento) só repetiam isso.

Mais Médicos Já Alexandre Padilha (ex-Saúde), quando questionado se vai ocupar algum cargo na Prefeitura de São Paulo, se esquiva dizendo que vai voltar a ser médico pelo SUS.

Troca de comando Antes mesmo de se reunir com Jaques Wagner (Defesa) para conversar sobre o assunto, o tenente-brigadeiro Juniti Saito já confirmava que deixará o comando da Aeronáutica.

Disciplina Saito não quis comentar a fala de Wagner sobre a necessidade de “transparência e verdade”, em referência aos trabalhos da Comissão Nacional da Verdade. “Não vou falar nada sobre isso”, respondeu.

Ressaca Senadores do PMDB se reuniram nesta sexta pela manhã com o vice-presidente Michel Temer, no Palácio do Jaburu, para enfatizar o incômodo com a divisão do primeiro escalão.

Piaba Sobraram críticas à articulação política do Planalto e desdém com o Ministério da Pesca, que entrou na cota do principal aliado.

Status A posse de Mauro Vieira no Itamaraty foi mais concorrida que a do antecessor, Luiz Alberto Figueiredo. O novo ministro recebeu o cargo no salão Brasília, o maior do palácio. Figueiredo usou o discreto Portinari.

De longe Nem o novo ministro da articulação política, Pepe Vargas, nem o anterior, Ricardo Berzoini, foram ao almoço do PT em apoio à candidatura de Arlindo Chinaglia à presidência da Câmara.

Abacaxi 1 Das três vagas que será obrigado a preencher com as defecções no seu secretariado, a que mais aflige o prefeito Fernando Haddad é a de Mário Spinelli na Controladoria-Geral.

Abacaxi 2 Além de o cargo exigir um perfil específico, a Câmara Municipal não incluiu no pacote de votações de fim de ano a criação da carreira de auditor interno, que iria estruturar a CGM.


TIROTEIO

Como sou precavido, a única transmissão de cargo de ministros que faço questão de prestigiar é a de Joaquim Levy na Fazenda.

DE GILBERTO KASSAB, ministro das Cidades, numa alusão à fama do comandante da economia de ser implacável no corte de gastos do governo.


CONTRAPONTO

Brincando com a sorte

No almoço oferecido por deputados em apoio à candidatura de Arlindo Chinaglia (PT-SP) à presidência da Câmara, nesta sexta em Brasília, o ministro Patrus Ananias (Desenvolvimento Agrário) anunciou que pretende deixar o ministério por um dia na eleição para tomar posse como deputado federal e votar no candidato petista.
–Com muito orgulho, serei demitido do ministério no dia 31 de janeiro para votar no companheiro Chinaglia!
Aplaudido, emendou, arrancando risos dos colegas:
–E vou torcer para que a presidente Dilma me nomeie de novo no dia seguinte!