Dilma se irrita com resposta curta do PT à acusação feita por delator

Por Painel

Brigada anti-incêndio A nota lacônica do PT em resposta à acusação feita pelo executivo Augusto Mendonça de que doações legais ao partido faziam parte do esquema de corrupção na Petrobras caiu como uma bomba no Palácio do Planalto. Para corrigir o que foi considerada uma falha do partido, a presidente Dilma Rousseff escalou os ministros José Eduardo Cardozo (Justiça) e Luís Inácio Adams (Advocacia-Geral da União) para defender em entrevistas as contas da campanha de 2010.

Estarrecida A presidente ficou inconformada ainda com a falta de defesa da base aliada diante dos ataques da oposição no Congresso na sessão de anteontem. Também foi alvo de crítica no Palácio a falta de coordenação dos aliados durante a acareação de Paulo Roberto Costa e Nestor Cerveró, na véspera.

Terror Petistas se dizem muito assustados com a delação de Mendonça. Para eles, o caso cria uma trincheira perfeita para a oposição melar as eleições de Dilma.

Pânico Integrantes da sigla relatam que há semanas têm a impressão de que o tesoureiro João Vaccari Neto está na iminência de ser preso.

Teflon Em reunião do PT no fim de outubro, Vaccari disse aos colegas de partido que não se preocupassem com ele. Estou limpo. Não há nada contra mim, afirmou, segundo um petista.

APODE0512PAINEL

Recompensa De um aliado de Renan Calheiros (PMDB-AL) sobre a sessão de anteontem no Congresso: Depois de apanhar tanto para segurar essa votação, ele precisa ganhar uma armadura nova de presente.

Bate e volta O vice Michel Temer conversava anteontem à tarde com cerca de 15 deputados do PMDB quando foi avisado de que havia uma verificação de quorum na sessão do Congresso. Mandou todos ao plenário para confirmar presença e voltar a seu gabinete em seguida.

Missão dada… Cid Gomes indicou a aliados que a possibilidade de assumir o Ministério da Educação ainda está aberta. Sou de um tempo que não se nega um pedido de um presidente da República, disse a amigos.

Precursora O governador do Ceará ainda não recebeu um convite oficial de Dilma para a pasta. Foi apenas sondado por Aloizio Mercadante (Casa Civil), a quem repetiu que seu desejo é passar por uma temporada de estudos nos Estados Unidos.

Governo novo… Dilma prometeu ao presidente da CUT, Vagner Freitas, que reunirá as centrais sindicais logo depois de sua posse.

Know-how Os artífices da criação do novo PL, ligados ao ex-prefeito Gilberto Kassab, calculam em 800 mil as assinaturas prontas para serem enviadas à Justiça Eleitoral, tão logo a nova sigla realize convenções estaduais. O prazo estimado é fevereiro.

Receituário Dirigentes do PR decidiram apadrinhar a criação do PMB (Partido Muda Brasil). Querem formalizar a sigla em fevereiro para fundir as duas legendas.

Abacaxi A definição das novas diretrizes orçamentárias para 2015 dividiu a atual e a futura equipe econômica. Joaquim Levy (Fazenda) e Nelson Barbosa (Planejamento) não articularam com o Congresso as mudanças, deixando o problema nas mãos dos atuais ministros.

Assim, não O grupo dos Tatto na Câmara paulistana não avalizou o nome de Antonio Donato como candidato do PT à presidência da Casa. Os três vereadores se abstiveram da escolha. Para petistas, Arselino esperava mais empenho de Fernando Haddad por sua candidatura.


TIROTEIO

Dilma só fingiu dar dinheiro a São Paulo. O que fez foi autorizar que a Caixa emprestasse bilhões de reais às empreiteiras da Lava Jato.

DO DEPUTADO VANDERLEI MACRIS (PSDB-SP), sobre financiamento do governo federal à PPP para a construção de um sistema de abastecimento de água.


CONTRAPONTO

Saudades do palanque

Após 40 minutos de discurso em um seminário sobre integração regional em Guayaquil, Equador, o ex-presidente Lula notou o cansaço da plateia.

Sei que estou demorando… mas eu estava com saudade de vocês! justificou, arrancando risadas.

Diante do bom humor, emendou:

Vocês vão dizer: ‘Vem esse chato desse Lula, que nem presidente mais é, pra falar esse tempo todo…’. Mas vou continuar falando!

Depois do gracejo, Lula cumpriu a promessa: seguiu com o discurso por outros 40 minutos.