Para evitar desgaste, Dilma tenta afastar governo da crise da água em SP

Por Painel

Lavando as mãos Apesar das promessas de cooperação, Dilma Rousseff orientou seus ministros a manter relativa distância da crise da água em São Paulo, temendo que Geraldo Alckmin (PSDB) tente dividir a responsabilidade política de um eventual desabastecimento com o governo federal. Foi por isso que auxiliares da presidente trataram de frisar, depois da reunião entre os dois ontem, que o governador não apresentou projetos básicos das obras para ampliar a oferta de água no Estado.

Conta-gotas Pela mesma razão, Miriam Belchior (Planejamento) e Izabela Teixeira (Meio Ambiente) repetiram que os projetos levados por Alckmin não resolvem o problema no curto prazo.

Na retranca Aliados de Alckmin dizem que a presidente queria marcar datas para assinar convênios em São Paulo, mas que sua equipe preferiu aguardar.

Longa data Parte dos convênios para obras da CPTM cobrados por Alckmin na reunião com Dilma integrava o pacote de mobilidade que a presidente anunciou depois dos protestos de 2013. Segundo o governo paulista, um deles está pronto para ser assinado desde setembro.

Apelo Na volta do G20, Dilma deve receber a cúpula da Frente Nacional de Prefeitos para discutir o projeto que altera o indexador da dívida de Estados e municípios. O grupo trabalha para que ela não vete a medida.

apode1111painelll

Na marra Luiz Marinho (PT), de São Bernardo, foi impedido de entrar no auditório da reunião da frente de prefeitos ontem em Campinas pelos seguranças da Vice-Presidência da República. Ele chegou a armar a guarda para forçar a entrada.

No divã Análise da Fundação Perseu Abramo distribuída a petistas classifica como “grave” a situação da votação no partido em 66% dos municípios administrados pelo PT em São Paulo.

Prospecção Empresas de mineração e metalurgia foram responsáveis por quase 30% (R$ 4,3 milhões de um total de R$ 15,2 milhões) dos gastos de campanha dos quatro deputados que encabeçam a comissão encarregada de regulamentar o setor.

Cofrinho Relator do Código de Mineração, Leonardo Quintão (PMDB) recebeu do setor R$ 1,8 milhão (37% do gasto). Marcos Montes (PSD) e Rodrigo de Castro (PSDB) receberam quase R$ 1 milhão cada. Gabriel Guimarães (PT) arrecadou R$ 476 mil. Os quatro são de Minas.

Garimpo Mineradoras lideram o rol de doadores dos quatro: Vale Mina do Azul (R$ 700 mil para Quintão), Minerações Brasileiras Reunidas (R$ 500 mil para Montes) e Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (R$ 300 mil para Castro e R$ 100 mil para Guimarães).

Fit O ex-presidente Lula aderiu à moda do suco verde. Toma a bebida, que tem propriedades desintoxicantes, quase todas as manhãs.

Pela barriga Nelson Biondi, que comandou o marketing da campanha de Alckmin, ofereceu almoço para o governador no sábado, em sua fazenda. Ele negocia para continuar trabalhando para o partido.

Bons olhos O Planalto pode encampar a indicação do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) para o Tribunal de Contas da União na vaga de José Jorge, que vai se aposentar na próxima semana, ao completar 70 anos.

Dois em um Além de ser estratégico ter um aliado para relatar o processo da compra da refinaria de Pasadena, a avaliação é que a indicação ajuda a desarmar a bomba com o PMDB da Câmara.


TIROTEIO

A abertura do diálogo é uma necessidade para o segundo mandato de Dilma. É preciso ter um canal permanente de conversa.

DE JOSÉ FORTUNATI (PDT), prefeito de Porto Alegre e presidente da Frente Nacional de Prefeitos, sobre a disposição da presidente de negociar mais.


CONTRAPONTO

A voz da experiência

 O vice-presidente Michel Temer foi escalado pelo Planalto para representar o governo na reunião da Frente Nacional de Prefeitos, ontem, em Campinas. Coube a ele receber as 23 reivindicações do grupo. Para se esquivar, contou de reuniões que fez com prefeitos no passado, em que recebia dezenas de demandas dos municípios.

—Eu dizia: ‘Você não me trouxe pedidos, me trouxe o programa de governo completo! Vamos aos poucos…’

Depois dos risos dos prefeitos, prometeu defender parte das reivindicações e contemporizou.

—Vamos ver o que é possível…