Planalto apoiará qualquer aliado para evitar Cunha na presidência da Câmara

Por Painel

Tudo menos isso A presidente Dilma Rousseff incumbiu o ministro Ricardo Berzoini (Relações Institucionais) de dar dois recados ao PMDB. O primeiro: o governo está disposto a apoiar qualquer deputado da base aliada para a presidência da Câmara, desde que o nome não seja o do líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ). O segundo é o apoio total e irrestrito à reeleição de Renan Calheiros (PMDB-AL) no Senado, num gesto para obter ajuda da cúpula do partido para desarmar a bomba da Câmara.

Pista livre Berzoini dirá aos peemedebistas que, se houver um nome de consenso na Câmara, o Planalto dissuadirá o PT de lançar candidato. Ele e Aloizio Mercadante (Casa Civil) se reúnem na quinta com a bancada petista para tratar do tema.

Para fora Aécio Neves (PSDB) tem dito a aliados que vai concentrar sua atuação mais no front externo que na tribuna do Senado.

Infantaria O ex-candidato tucano à Presidência lembra que o PSDB terá uma bancada reforçada a partir de janeiro. Deverá caber aos outros caciques o embate com a tropa de choque governista no plenário e nas comissões.

Operação… Dois ministros de Dilma dizem que a discussão sobre regulação da mídia, que a petista foi pressionada a encampar para o segundo mandato, será feita em câmera lenta.

… Tartaruga O Planalto vai ouvir todos os lados antes de mandar uma proposta ao Congresso. E não moverá uma palha para que, uma vez lá, a proposta ande rápido.

Overbooking 1 Outra razão de insatisfação dos conselheiros do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) com a gestão de Ricardo Lewandowski foi uma resolução sobre gastos com viagens.

Overbooking 2 Pela nova regra, viagens para o exterior e para seminários só podem ser aceitas se forem pagas por quem convidou.

No show Lewandowski vetou viagens recentes para intercâmbio de conselheiros para a Espanha e para Hong Kong. No caso da última, o conselheiro Saulo Bahia fez uma justificativa de quase uma hora em plenário, mas não obteve autorização.

APODE0911PAINEL (1)

Portfólio Cotado para o Ministério das Cidades, Gilberto Kassab (PSD) passou a usar sua conta no Twitter nas últimas semanas para divulgar ações de prevenção de acidentes de trânsito e planos de habitação popular —dois temas afeitos à pasta.

Pode, Arnaldo? Geraldo Alckmin (PSDB) solicitou ao corpo jurídico do governo paulista que analise as propostas de fusão de secretarias que pretende anunciar para o próximo mandato.

Ele não O prefeito Fernando Haddad não vê com bons olhos a candidatura do ex-secretário Antonio Donato à presidência da Câmara. Aliados do prefeito de São Paulo lembram que as relações entre ele e o antigo auxiliar nunca se restabeleceram.

Penitência A bancada evangélica da Câmara Municipal de São Paulo promete obstruir a pauta e dificultar a vida da prefeitura até que seja regularizado o templo de Salomão, da Igreja Universal.

Provisório O templo obteve alvará normalmente concedido para eventos para que pudesse ser inaugurado, mas o aval definitivo ainda depende de regularização.

1 + 1 Avançaram as negociações para a fusão entre DEM e Solidariedade, capitaneadas pelo prefeito de Salvador, ACM Neto. A ideia enfrenta resistências no ex-PFL, a começar do presidente, senador José Agripino.


TIROTEIO

A Dilma da campanha e esta não parecem ser a mesma pessoa. O eleitor votou em uma e agora está sendo apresentado à outra.

DE AÉCIO NEVES (PSDB-MG), candidato derrotado à Presidência, sobre a presidente adotar medidas econômicas que, na eleição, atribuía aos opositores.


CONTRAPONTO

Terceirizando o milagre

No segundo turno da disputa presidencial, quando as pesquisas mostravam Aécio Neves (PSDB) numericamente à frente de Dilma Rousseff, o vice Michel Temer e o ministro Moreira Franco (Aviação Civil) participaram de um evento no Rio. Na volta, de helicóptero, sobrevoaram a igreja de Nossa Senhora da Penha, que fica no alto de uma escadaria de 382 degraus. Moreira desabafou:

—Michel, nós deveríamos fazer uma promessa para ganhar essa eleição…

—Que promessa? —perguntou Temer.

—Se nós ganharmos, você sobe a escadaria de joelhos!