Aécio cai no mesmo grupo em que Marina perdeu votos no 1º turno

Por Painel

Velha tática, novo alvo
A campanha agressiva de Dilma Rousseff desidratou Aécio Neves na chamada classe C, onde Marina Silva começou a perder a vaga no segundo turno. No fim de setembro, a petista abriu sete pontos sobre a candidata do PSB no grupo em uma semana. Agora o movimento se repete: a vantagem de Aécio sobre Dilma no segmento encolheu oito pontos em cinco dias, mostra o Datafolha. A classe C é o principal alvo da propaganda de TV e concentra mais de um terço do eleitorado.

Repeteco Nas grandes cidades, a variação foi semelhante. Em cinco dias, a vantagem de Aécio sobre Dilma desabou de 9 pontos para 1. Na disputa com Marina, Dilma tirou uma diferença de seis pontos em uma semana nos grandes centros.

Gangorra do contra A rejeição de Aécio nos municípios com mais de 500 mil habitantes avançou de 37% para 41% nos últimos dias. O percentual de eleitores que se recusam a votar em Dilma caiu de 49% para 45% no grupo.

Veto marineiro Uma semana após o primeiro turno, 65% dos eleitores de Marina diziam que não votariam em Dilma “de jeito nenhum”. Esse índice caiu oito pontos, mas 57% dos marineiros ainda rejeitam a petista.

Fé na torneira Para o PT, a crise da água em São Paulo é a chance de “trazer o debate para o presente” na comparação com os governos tucanos. Segundo pesquisas internas, as críticas à gestão não surtiram o efeito desejado.

Tá com sede? No debate da Record, Aloizio Mercadante (Casa Civil) tentava usar o tema para ganhar votos. Ao receber um copo d’água, o ministro brincou com uma funcionária da emissora: “Deve ter sido difícil. Não está fácil achar água em São Paulo…”

Força-tarefa A investida petista sobre a crise hídrica pôs os tucanos em alerta. Auxiliares do governador Geraldo Alckmin (PSDB) já conversaram com integrantes da campanha de Aécio para combinar o discurso de defesa.

Eu te ajudo Ficou acertado que o PSDB paulista responderá aos ataques da campanha dilmista. Alckmin se prontificou a abastecer o presidenciável com números e informações sobre o assunto.

Tetracampeão Acusado de receber propina de contratos da Petrobras, o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, já foi nomeado quatro vezes por Lula e Dilma para o conselho da Itaipu Binacional. Ele está no cargo desde 2003.

Custo-benefício Cada conselheiro ganha R$ 20,8 mil e só precisa ir a seis reuniões por ano. Mercadante e o ex-governador gaúcho Alceu Collares, que deu a Dilma seu primeiro emprego público, também são do conselho.

Medalha neles Dos arquivos do “Diário Oficial”: em 2002, o presidente Fernando Henrique Cardoso condecorou Vaccari e o ex-tesoureiro petista Delúbio Soares, condenado no julgamento do mensalão, com a Ordem do Mérito do Trabalho.

Os insatisfeitos Um arrecadador do PT diz que as contribuições no segundo turno estão melhores que o esperado. Mas os fabricantes de calçados e vestuário, que sofrem com a competição chinesa, fugiram de Dilma.

apode2110paineel

Barrados no baile Mercadante e o governador Jaques Wagner deram com a cara na porta do camarim de Dilma após o debate da Record. Só entraram após um assessor esmurrar a porta.

Visita à Folha Guido Mantega, ministro da Fazenda, visitou ontem a Folha, a convite do jornal, onde foi recebido em almoço. Estava com Fabio Teixeira Graner, assessor especial.


TIROTEIO

“Dilma foi oportunista em um momento sério. Usou argumentos que já foram derrotados e corre o risco de aumentar sua rejeição em SP.”

DE NELSON BIONDI, marqueteiro da campanha de Geraldo Alckmin (PSDB), sobre propaganda do PT que culpa a gestão tucana pela falta de água no Estado.


CONTRAPONTO

Faltou combinar com o povo

No exílio, muitos militantes de esquerda reviram as convicções que os lançaram na guerrilha contra a ditadura militar. O ex-deputado Fernando Gabeira, que participou do sequestro do embaixador americano em 1969, começou a perder o encanto em uma temporada em Cuba.
Um dia, ele confessou uma inquietação a um companheiro de armas: não tinha mais certeza de que os trabalhadores estavam dispostos ao heroísmo pela revolução.

—E se a classe operária não for nada disso que se pensa dela? —questionou Gabeira, angustiado.
—Eu me suicido —respondeu de pronto o camarada.