Prefeitos aliados de Alckmin recebem convite para ato com Aécio Neves hoje

Por Painel

Ajudinha do palácio Prefeitos aliados do governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB) receberam convite em seus e-mails oficiais para participar hoje de um ato com Aécio Neves (PSDB). A mensagem é assinada por três coordenadores da campanha tucana, entre eles Rubens Cury. Ele está licenciado da Casa Civil do Estado, onde é responsável por liberar emendas para os municípios. O assédio irritou dirigentes do PMDB, que reclamam de uso da máquina para pressionar prefeitos do partido.

Não sou bobo O peemedebista Vanderci Novelli, da pequena Santa Albertina, justifica sua presença: “De cada dez emendas parlamentares que me pagam, nove são de São Paulo e só uma vem de Brasília. É lógico que eu vou”.

Outro lado Procurado, o governo paulista afirmou que não vai comentar o caso.

Peso do cargo Antes do debate de ontem na Band, o banco instalado atrás do púlpito de Dilma ameaçou ceder quando a presidente se acomodava. Um funcionário da emissora precisou trocá-lo.

Hora do remédio Ao chegar ao estúdio, o vice de Aécio, Aloysio Nunes, quis saber a que horas o programa acabaria. “Xi, já tomei meu Rivotril”, disse, ao ouvir que o debate só terminaria depois da meia-noite.

Sem estresse Vice de Marina Silva, Beto Albuquerque (PSB) assistiu ao debate com ar tranquilo, fazendo piadas. “Quando o candidato não é do seu partido, tudo fica mais fácil”, brincou.

Controle remoto Eleitores monitorados pelo PT consideraram Dilma nervosa no início do debate. Depois, reprovaram o sorriso irônico de Aécio quando criticava a rival.

Era uma vez Segundo as pesquisas petistas, os eleitores não conseguiam se lembrar dos escândalos do governo FHC citados por Dilma, como o da Pasta Rosa, de 1995. Disseram entender, genericamente, que a presidente acusou o PSDB de “maracutaias”.

Grama do vizinho Aloizio Mercadante (Casa Civil) debochou da defesa que Aécio fez de sua administração em Minas: “Se ele é tão bom, por que o candidato dele perdeu a eleição lá?”.

Água fresca Cobrado por sua ausência na campanha de Dilma, Lula passou o fim de semana em um sítio em Atibaia (SP). “Ele tirou uns dias para descansar”, explica o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT). “Mas agora vai rodar o país.”

Estrela vermelha Roberto Amaral esteve com Dilma anteontem. Ele visitou o Palácio da Alvorada no mesmo dia em que faltou à reunião que escolheria seu sucessor na presidência do PSB.

Amizade O ex-ministro jura não ter reclamado do partido à presidente. “Foi uma conversa de dois velhos e queridos amigos sobre a campanha e o futuro do Brasil.”

Eu que quis O ex-ministro nega ter atendido a um pedido do Planalto para boicotar a aliança com Aécio e diz que fica no PSB.

apode1510painel

Faz sentido Walter Feldman, coordenador da campanha de Marina, brinca com o fato de ter sido convidado pela equipe de Aécio para o debate de ontem: “Sou um ex-tucano de volta ao ninho”.

Baú sem fundo O doleiro Alberto Youssef não para de falar sobre desvios na Petrobras. Desde a semana passada, seus depoimentos duram em média seis horas por dia.

Visita à Folha O economista Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central, visitou ontem a Folha, a convite do jornal, onde foi recebido em almoço.


TIROTEIO

“A Jaques Wagner não interessa mesmo tratar de corrupção na Petrobras. Ele era do conselho de administração à época das suspeitas.”

DO DEPUTADO ANTONIO IMBASSAHY (PSDB-BA), sobre entrevista em que o governador da Bahia disse que a corrupção é ‘tema rejeitado pela população’.


CONTRAPONTO

Onde está Wally Maluf?

Rivais desde os tempos de faculdade, Mario Covas e Paulo Maluf fizeram um debate tenso na Band em 1998, no segundo turno da eleição para o governo de São Paulo. Na última fala, o tucano recorreu à ironia para criticar as ligações do adversário com a ditadura militar.

—Outro dia, de passagem, vi em cima da mesa uma imagem do grande ato das Diretas, na Sé —disse.
—Peguei uma lupa e comecei a procurar o Paulo Maluf naquele meio. Ele não estava! Porque aquele ato era contra ele e todos aqueles que estavam ao lado dele…
Covas, que havia começado atrás, venceu a eleição.