PSB de Marina aprova apoio a Aécio Neves no segundo turno

Por Painel
Aécio Neves, presidenciável do PSDB, que vai receber apoio do PSB de Marina Silva ( Fabio Braga/Folhapress)

BRUNO BOGHOSSIAN
PAULO GAMA
DO PAINEL

A executiva nacional do PSB aprovou nesta quarta-feira (8), por maioria, o apoio do partido a Aécio Neves (PSDB) no segundo turno da eleição presidencial.

Foram 21 votos pelo apoio ao tucano. Outros 7 dirigentes votaram pela neutralidade, e 1, pelo apoio a Dilma Rousseff (PT).

Com o resultado, o PSB passa a apoiar Aécio formalmente. É a primeira vez em que o partido se junta ao PSDB em uma corrida presidencial.

Segundo um dirigente da sigla, ficarão liberados os diretórios da Paraíba e do Amapá, Estados em que os governadores são do PSB e tentam a reeleição aliados ao PT.

No primeiro turno, o PSB lançou Marina Silva, que substituiu o ex-governador Eduardo Campos, morto em 13 de agosto. A ex-senadora e seu grupo não têm cargos na direção da legenda e devem anunciar apoio a Aécio nesta quinta-feira (9).

Com a decisão do PSB, os dois partidos de porte da coligação de Marina passam a apoiar Aécio formalmente. O PPS já havia aderido ao tucano nesta terça-feira (7).

*Atualizado às 18h10