Campanha de Aécio faz estratégia para duelar com Marina por segundo turno

Por Painel

Correndo atrás A campanha de Aécio Neves (PSDB) à Presidência já traça estratégia para duelar com Marina Silva (PSB) por uma vaga no segundo turno. Em reunião na base aérea do Recife, após a missa de Eduardo Campos, os tucanos davam como certo que ela largaria na frente na disputa. A ordem é focar o debate na experiência administrativa, considerada o ponto fraco de Marina, e apresentar Aécio como o mais preparado para fazer um governo de “mudança com segurança”.

Na conta Os tucanos tentam tratar a vantagem numérica de Marina com naturalidade. “O clima é de comoção e ela é conhecida por 100% dos brasileiros”, justifica um dirigente da campanha.

Na torcida Aliados do tucano dizem que ex-senadora terá dificuldades, no médio prazo, para manter o patamar inicial de intenção de votos.

Cuidado Aécio foi aconselhado a ser “muito respeitoso” em qualquer crítica a Marina nos debates de TV. Há temor de que os eleitores tomem as dores da candidata de luto e reajam mal a ataques.

Só pensam naquilo Durante a missa, as pesquisas internas dos partidos eram o principal assunto nas rodas de conversa. Políticos do Rio diziam que Marina já estaria em empate técnico com Dilma Rousseff (PT) no Estado.

Eles também O PSB distribuiu camisas e bandeiras com a imagem de Campos e a pomba que simboliza o partido sobre fundo preto.

apode1808painel

Hoje pode Driblando a lei que proíbe partidos de espalhar galhardetes nas ruas, o PSB pendurou dezenas de cartazes com a imagem do ex-governador e a logomarca do partido nos postes do Recife.

Não vou ficar A legenda chegou a sondar Marina sobre a possibilidade de ela não se desfiliar caso seja eleita presidente. Na sexta-feira, a candidata avisou que não adiará a criação da Rede.

Pule de dez A equipe de Marina dava como certo, durante o velório, que Beto Albuquerque (PSB-RS) será o vice.

Vote em mim Após o enterro de Campos, o deputado procurou dirigentes do PSB e aliados do ex-governador para conversas individuais.

Troca de guarda Aliados da ex-senadora devem reivindicar mais espaço na campanha presidencial. O comitê financeiro, que estava a cargo apenas do PSB, terá presença maior da Rede.

A postos Coordenador da campanha de Marina em 2010, João Paulo Capobianco deve ganhar cargo de peso. Ele foi secretário-executivo do Meio Ambiente quando ela comandava o ministério.

Apressado Horas antes do fim do funeral, o novo presidente do PSB, Roberto Amaral, soltou uma nota com o seguinte texto: “Sepultado nosso líder, o PSB abre o processo de consultas visando a construção de alternativa política consensual”.

Conspiração No enterro, populares entoaram um coro que tratava como um atentado o acidente que matou Campos na última quarta. Ao redor do túmulo, houve gritos de “Justiça”.

Tributo As coroas de flores no cemitério de Santo Amaro retratavam o luto da elite e da classe trabalhadora de Pernambuco. As homenagens iam da associação dos usineiros ao sindicato dos estivadores.

Longe das câmeras Assim que a família, as autoridades e a imprensa se afastaram, o povo cercou o túmulo de Campos. Dois chapéus de palha, símbolos do governo Miguel Arraes, foram depositados sobre a lápide. Muita gente chorava.


TIROTEIO

“O voto tem algo de emoção e algo de reflexão. Agora a emoção é forte, mas o eleitor vai escolher Aécio quando for chamado a refletir.”

DO SENADOR JOSÉ AGRIPINO (DEM-RN), coordenador da campanha tucana, sobre a manutenção do patamar de intenção de votos em Marina Silva (PSB).


CONTRAPONTO

Atendimento preferencial

A petista Dilma Rousseff e seus aliados pararam em uma barraquinha de cachorro-quente durante caminhada de campanha em Osasco, na Grande São Paulo, no último dia 9. O vendedor se apressou para atender a presidente e as autoridades mais conhecidas da comitiva.
Tesoureiro da campanha, o deputado estadual Edinho Silva (PT-SP) ficou rondando a barraquinha, mas não conseguiu ser servido no meio da confusão.
Vendo a cena, o fotógrafo de Dilma aconselhou:
—Atende esse aí, porque é ele quem paga todas as contas. Inclusive do cachorro-quente!