Para não desagradar torcedor, Aécio muda o tom e deixa de criticar Copa

Por Painel

Mudança de humor
O presidenciável Aécio Neves (PSDB) decidiu adotar um tom mais cauteloso sobre a Copa para não ficar na contramão do noticiário predominantemente positivo do evento. Pesquisas internas mostraram que a organização do torneio é bem avaliada e está ajudando Dilma Rousseff a se recuperar na eleição. A um mês da Copa, Aécio criticava atrasos em obras de infraestrutura. Ontem, no primeiro dia oficial de campanha, mudou o tom e disse que o governo tenta se “apropriar” do evento.

Sócio-torcedor Antes da competição, Aécio dizia a aliados que pretendia manter distância dos estádios. Na última sexta-feira, não resistiu e postou uma foto com a filha no Maracanã, durante o jogo entre França e Alemanha.

Pós-calmaria Os tucanos acreditam que o debate sobre os gastos exagerados com a Copa está latente. A campanha pretende retomar a discussão sobre esse assunto depois do evento.

Forcinha O escritório de advocacia Opice Blum, que atua na campanha de Aécio, ajudou o deputado Nelson Marchezan (PSDB-RS) a elaborar um projeto de lei que torna crime o uso de perfis falsos na internet. A pena máxima é de detenção por um ano.

Corrente pra frente O PSB reúne hoje em Brasília os dirigentes estaduais do partido para cobrar engajamento total na campanha de Eduardo Campos ao Planalto.

Todos juntos Aliados de Campos identificaram risco de que seções do partido façam “corpo mole” na disputa presidencial em Estados como o Amapá, onde o PSB se aliou ao PT. “Não existe neutralidade nessa campanha”, resume um dirigente da sigla.

Arcadas A presidenciável Luciana Genro (PSOL) vai dividir o tempo entre a campanha e o mestrado em filosofia do direito na USP. Ela promete se matricular em ao menos uma disciplina neste segundo semestre.

 

genro

Debutante Marília, cidade de 230 mil habitantes no interior de São Paulo, deve puxar a fila dos comitês conjuntos de Campos e Geraldo Alckmin (PSDB). O QG será tocado pelo prefeito, Vinicius Camarinha (PSB).

Então, tá Tucanos paulistas sustentam que o PSDB não financiará nem cederá equipes para esses comitês. Farão campanha, dizem, apenas para Aécio Neves.

Contra-ataque O PT paulista vai apresentar hoje à Justiça um recurso contra a liminar que abriu caminho para a candidatura a deputado estadual de Luiz Moura, suspeito de ligação com integrantes do PCC. Os petistas querem barrar o nome de Moura para evitar desgastes.

Formal “A decisão afronta o órgão competente, que é o Tribunal Regional Eleitoral”, reclama o presidente do PT-SP, Emídio de Souza.

Morde… Gilmar Gimenes, ex-diretor da estatal paulista Prodesp, conseguiu legenda para se candidatar a deputado pelo PSDB.

… e assopra Investigado pela corregedoria do governo tucano por sua evolução patrimonial, ele diz que ganhou sozinho na loteria.

Sem passaporte Joaquim Barbosa disse a colegas que vai evitar o calor de Miami (EUA), onde tem apartamento, nas primeiras semanas de aposentadoria. Quer aproveitar o descanso no Rio.

Más grande A Secretaria de Aviação Civil contou a chegada de 40 aviões fretados a Brasília, na sexta-feira e no sábado, com torcedores argentinos que assistiriam ao jogo entre a seleção do país e a Bélgica. A média durante o início da Copa era de um voo argentino fretado por dia.


TIROTEIO

“Dilma deveria sair de casa para conhecer o mundo real. Pode caminhar pelo entorno de Brasília, nem precisa de avião presidencial.”

DO DEPUTADO BETO ALBUQUERQUE (PSB-RS), sobre o primeiro dia de campanha, quando a presidente Dilma Rousseff não teve agenda pública.


CONTRAPONTO

Ponto de vista

Em visita ao Festival do Japão, em São Paulo, os tucanos Aécio Neves, Aloysio Nunes, Geraldo Alckmin e José Serra ganharam bonecos Daruma —figura que dá sorte, de acordo com a tradição japonesa. Seguindo a orientação dos organizadores da feira, os quatro fizeram pedidos e pintaram um dos olhos do boneco. Se os desejos se realizarem, devem pintar o outro. O deputado estadual Orlando Morando (PSDB-SP), que acompanhava a comitiva, brincou:

—Quando eu fui candidato a prefeito de São Bernardo, em 2008, ganhei um desses. Mas está caolho até hoje…