Aécio dá aval para que Alckmin tente aliança com PSB paulista

Por Painel

Bandeira branca Na conversa que tiveram na última segunda-feira, Aécio Neves disse a Geraldo Alckmin que não seria obstáculo à aliança do governador com o PSB em São Paulo. Antes refratário à ideia de dividir o palanque paulista com Eduardo Campos, o mineiro decidiu incentivar o acerto como um gesto de reaproximação com o adversário, que desfez o pacto de não-agressão mútuo. Com isso, espera pavimentar o caminho para um acordo caso um deles vá ao segundo turno contra Dilma Rousseff.

Novela Nas últimas conversas, emissários do PSB pediram aos tucanos para empurrar a decisão sobre uma possível aliança em São Paulo para o final desta semana.

Janela O partido, que sempre quis a vice de Alckmin, passou a considerar a possibilidade de lançar o candidato ao Senado na chapa, o que lhe daria a chance de mostrar o número na TV e fazer campanha para Campos no maior colégio eleitoral.

Moderno Petistas preocupados em dissociar o apoio do PP a Alexandre Padilha de Paulo Maluf adotaram o discurso de que o partido não se resume ao cacique. Citam até dados: dos 28 prefeitos da sigla no Estado, 16 seriam “jovens” de menos de 50 anos.

Virou O PT, que apostava que Gilberto Kassab (PSD) não selaria aliança com Alckmin, viu na desistência de Henrique Meirelles de concorrer ao Senado um sinal de que o ex-prefeito desistiu de ser candidato ao governo.

Missão… Caciques do PMDB querem que Lula viaje a suas bases eleitorais para apoiar os candidatos do partido antes das convenções estaduais. O objetivo é domar o PT e garantir o apoio da sigla a candidatos peemedebistas.

… de paz Em troca, a cúpula do partido promete apoio irrestrito à reeleição de Dilma. O “roteiro” imaginado pela cúpula do PMDB para o ex-presidente inclui Alagoas, Paraíba e Maranhão.

Sumário 1 Ministros do Supremo avaliam que a passagem do julgamento de processos contra parlamentares do plenário para as turmas dará mais rapidez às decisões. As turmas, que só têm cinco membros e cujas sessões não são exibidas ao vivo na TV Justiça, têm uma dinâmica muito mais ágil.

Sumário 2 Os mesmos integrantes da corte acreditam que, como o STF passou a ser mais duro no julgamento de políticos, a mudança pode ser um estímulo para o Congresso querer acabar com o foro privilegiado.

Cafeína Instalada a CPI mista da Petrobras, o governo concluiu que, dada a magra vantagem que tem na composição do colegiado, qualquer cochilo da base aliada pode culminar na aprovação de convocações ou pedidos de quebras de sigilo que podem desgastar o PT e a gestão Dilma Rousseff.

Grande… Entre os 551 requerimentos apresentados na CPI, estão convocações da própria Dilma e de José Carlos Bumlai, compadre de Lula, além da quebra do sigilo bancário de João Vaccari Neto, tesoureiro do PT. “Só faltou o papa Francisco”, diz um integrante da comissão.

… elenco Os governistas apostam que haverá uma batalha entre o PMDB da Câmara e do Senado sobre a convocação de Sérgio Machado, presidente da Transpetro. Ele é aliado de Renan Calheiros, mas considerado desafeto dos deputados da sigla.

Sangria O comando do PT paulista convocou reunião extraordinária na segunda-feira para discutir o caso de Luiz Moura, deputado que participou de encontro com integrantes do PCC. Incomodados, os petistas tentam dar celeridade ao processo.


TIROTEIO

“A maioria só vai pensar em eleição depois da Copa. Até lá, as pesquisas só servem para mostrar o crescente enjoo com o governo.”

DE EDSON BARBOSA, marqueteiro do PSB, ao justificar que Eduardo Campos deverá crescer nas sondagens de intenção de votos a partir de setembro.


CONTRAPONTO Médicos sem fronteira Médicos de Lula, Dilma e Alckmin, David Uip, secretário de Saúde do Estado de São Paulo, e Paulo Hoff, diretor do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, ficaram presos no trânsito há duas semanas quando se dirigiam para um evento com o governador em Osasco. Dois quilômetros antes do local, de terno e gravata e sob intenso calor, o secretário decidiu descer do carro e caminhar a pé, e foi seguido por Hoff. Andando apressado por um viaduto, o infectologista foi abordado por um cidadão que cruzava em sentido contrário e disparou:

—É, doutor, não tá fácil pra ninguém, hein?