Tucanos tentam achar um meio de incluir PSD e PSB na chapa de Alckmin

Por Painel

Algodão entre cristais: Os articuladores da campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) à reeleição operam uma complicada engenharia para tentar incluir na coalizão do tucano PSD e PSB, as duas siglas que pleiteiam a vaga de vice. Gilberto Kassab, presidente do PSD, já deixou claro que só fechará com Alckmin se for seu companheiro de chapa. Por isso, os operadores do governador tentam convencer o PSB a ficar com a vaga ao Senado —que poderia ser um palanque para Eduardo Campos em São Paulo.

Formal 1 Integrantes do PMDB respiraram aliviados por conseguirem conter as pressões para que a convenção da sigla não formalize a aliança com Dilma Rousseff, mas acreditam que o apoio à reeleição da presidente já está prejudicado.

Formal 2 Avaliações internas apontam que deserções em Estados como Rio, Minas e Rio Grande do Sul são irreversíveis, e não há ordem superior que possa engajar as lideranças locais na campanha da petista.

Bandeirante Tucanos paulistas exibiram a Aécio Neves pesquisas internas do partido que mostram o tucano na frente de Dilma em três macrorregiões do Estado: Baixada Santista, Ribeirão Preto e Bragança Paulista.

Prospecção 1 O PSDB apresentou ação no TSE para pedir a suspensão de comerciais da Petrobras e aplicação multa à estatal e a Dilma.

Prospecção 2 Os tucanos alegam que a empresa faz “propaganda negativa em relação à oposição” ao dizer que seu valor de mercado “é seis vezes maior do que em 2002”, último ano da gestão Fernando Henrique Cardoso.

Efeméride Já a direção do PT entrou com representação na Justiça Eleitoral acusando Eduardo Campos e três jornais de Pernambuco por propaganda antecipada. A sigla aponta “promoção pessoal” de Campos na cobertura de sua saída do governo.

Bem na fita O PTB, que anunciou apoio a Dilma, foi o terceiro partido com mais emendas empenhadas em 2014. Foram R$ 23,1 milhões, atrás apenas do PT (R$ 33,1 milhões) e do PMDB (R$ 31,3 milhões), segundo dados do Siafi. A sigla tem a 11ª bancada, com 17 deputados.

Volta pra casa A defesa de José Genoino enviou ontem petição ao STF pedindo que Joaquim Barbosa reconsidere a cassação de sua prisão domiciliar. O advogado Luiz Pacheco anexou laudos que apontam deterioração da saúde do ex-deputado.

APODE2705PAINELL

País da toga Barbosa determinou que não haverá expediente no Supremo em 26 e 30 de junho, quando acontecem jogos da Copa em Brasília. Os prazos processuais serão prorrogados para os dias seguintes. Nos dias de partidas do Brasil, o atendimento será encerrado às 12h30.

Coletivo Três funcionários do gabinete de Luiz Moura (PT) na Assembleia Legislativa também estavam presentes na reunião de março na sede da cooperativa de transportes da qual o deputado faz parte, que teve a presença de 13 integrantes da facção criminosa PCC.

Coletivo 2 A reunião foi investigada pela Polícia Civil. A coluna não conseguiu contato com assessores de Moura em seu gabinete ontem.

No papel Dois anos depois de empossar uma comissão para redigir o código de ética da administração estadual, o governo paulista publicou, sem alarde, o documento no início do mês.

De molho O texto estabelece, por exemplo, quarentena de seis meses para ex-servidores atuarem na iniciativa privada na mesma área em que atuavam no governo.

Tiroteio

Onde há fumaça há fogo. É intolerável um deputado, responsável por fiscalizar, se ver envolvido por todos os lados nessa situação.

DO VEREADOR CORONEL TELHADA (PSDB-SP), sobre reunião investigada pela polícia de que participou Luiz Moura (PT) com suspeitos de integrar o PCC.

Contraponto

Nem o papa é tão pop

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, recebeu queixas de que a presidente de uma associação estava impedindo turistas de tirarem fotos no Bosque do Papa, que homenageia João Paulo 2º, e pediu para um assessor verificar.
—É verdade que a senhora está proibindo fotos aqui no bosque? —perguntou o emissário à dirigente da entidade.
—Não. Claro que não —respondeu a presidente.
—Não é verdade que a senhora proibiu uma moça de tirar fotos na capela do bosque na semana passada?
—Ah, bom! Aí sim. Não deixei mesmo. Ela queria tirar fotos sem roupa para uma revista.