Aécio e Campos contam com prefeitos insatisfeitos para desgastar Dilma

Por Painel

Boca no trombone A oposição detectou um flanco para tentar minar a campanha de Dilma Rousseff (PT): a insatisfação de prefeitos com o governo federal. Descontentes com os critérios de distribuição do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) e endividados, os alcaides são considerados por Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) potenciais aliados para desgastar a imagem da presidente sobretudo em pequenas e médias cidades, onde o poder de persuasão da máquina municipal é maior.

Grades 1 Dentro do discurso de segurança pública encampado por Aécio, o ponto que setores do governo consideram mais controverso é a redução da maioridade penal em alguns casos.

Grades 2 Aliados de Dilma creem que o tema pode se tornar popular e defendem que a petista reforce o discurso de que colocar menores de idade na cadeia ajuda a formar novos criminosos.

Limite 1 O potencial de votos dos presidenciáveis apontado pelo Ibope preocupou o QG de Dilma. O instituto aponta que 47% dos eleitores votariam “com certeza” ou “poderiam votar” na presidente, contra 36% de Aécio e 34% de Campos.

Limite 2 Em março de 2013, esse índice era de 76% para Dilma. A rejeição da presidente também disparou: 43% dos eleitores dizem que não votariam na petista “de jeito nenhum”, contra 37% de Aécio e 34% de Campos.

APODE2505PAINEL

Cantareira O presidente do PDT, Carlos Lupi, ironiza a a indefinição do ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD) na sucessão paulista: “Kassab parece um sedento no deserto. Está correndo atrás de um monte de miragem, mas até agora não encontrou água”.

Como faz? Apesar das juras de fidelidade de Kassab a Dilma, integrantes do governo disseram ao ex-prefeito que, se for vice do tucano, ele não terá como fazer campanha pela petista no Estado.

Fila A Polícia Federal solicitou a quebra de sigilos de diretores da Petrobras que participaram da negociação para compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. Os pedidos, que ainda tramitam em fase inicial, serão analisados pela Justiça do Rio de Janeiro.

Climão 1 Em meio à crise institucional entre PF e o Ministério Público, surpreendeu os comandantes da Operação Ararath, em Mato Grosso, a presença de um procurador da República no briefing feito aos agentes que atuaram no caso antes de irem a campo cumprir mandados de busca e de prisão.

Climão 2 Os delegados da PF, que acusaram Rodrigo Janot de censura por proibir divulgar informações sobre a operação, dizem que partiu do procurador-geral da República a ordem para que um representante acompanhasse a ação, que normalmente acontece de madrugada e só com agentes federais.

Pega ladrão O PT registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil da Assembleia de São Paulo pelo sumiço de uma faixa que havia sido pendurada em um auditório para uma audiência pública sobre a falência do sistema prisional no Estado.

Mediador 1 O governo começou a testar um portal para acompanhar a solução de conflitos entre consumidores e empresas, em conjunto com os Procons. O objetivo é acelerar a análise de reclamações, principalmente de serviços como telefonia, comércio e viagens aéreas.

Mediador 2 Por enquanto, a página Consumidor.gov.br só está disponível para residentes de Rio, Maranhão, Distrito Federal e Acre. No segundo semestre, deve funcionar em todo o país.

TIROTEIO

Em Minas, palavra dada é sagrada. Aécio e Eduardo tinham um pacto. Como diz o poeta, cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é.

DO DEPUTADO MARCUS PESTANA, presidente do PSDB mineiro, sobre a intenção do PSB de romper acordo e lançar candidato ao governo do Estado.

CONTRAPONTO

Guerra dos sexos

No início do mês, Geraldo Alckmin (PSDB) participou da cerimônia de formatura de 919 novos policiais civis no Estado. Os alunos com os melhores desempenhos foram chamados ao palco. Apesar de as mulheres representarem apenas 16% do total de formandos, elas eram maioria entre os destaques.

Ao discursar para dar os parabéns aos alunos premiados, o governador não escondeu surpresa com a quantidade de mulheres.

—As mulheres estão dominando tudo. Logo, logo, vamos precisar criar cota para os homens!