Aécio já tem mais votos que Dilma entre eleitores que querem mudanças

Por Bruno Boghossian

A pesquisa Datafolha publicada nesta sexta-feira (9) revela que, pela primeira vez, o pré-candidato Aécio Neves (PSDB) supera a presidente Dilma Rousseff em intenção de voto entre os eleitores que dizem querer mudanças no próximo governo.

Dentro do grupo de entrevistados que afirmam esperar ações diferentes do Palácio do Planalto a partir de 2015, a petista oscilou para baixo, passando de 25% em abril para 24% na última pesquisa. Já Aécio subiu de 21% para 26% nesse segmento.

Dos 74% dos eleitores que querem preferem que as ações do próximo governo “sejam diferentes”:
– Aécio Neves (PSDB): 26%
– Dilma Rousseff (PT): 24%
– Eduardo Campos (PSB): 13%
– Em branco/nulo: 20%
– Outras respostas: 17%

Se o ex-presidente Lula é o candidato do PT ao Planalto, ele consegue arregimentar boa parte dos eleitores que querem mudanças:
– Lula (PT): 40%
– Aécio Neves (PSDB): 22%
– Eduardo Campos (PSB): 10%
– Em branco/nulo: 14%
– Outras respostas: 14%

O governo se esforça para tentar imprimir ao governo Dilma a imagem de uma gestão capaz de transformar o país e realizar essas mudanças, mas os números das últimas pesquisas de intenção de voto mostram que essa estratégia não tem funcionado. Em dezembro, a presidente chegou a ter 32% das intenções de voto no grupo de eleitores que queriam ações diferentes.

O Planalto tentou impulsionar essa marca no pronunciamento de TV de Dilma no Primeiro de Maio. A presidente usou nove vezes as variações “mudar” e “mudanças” em 12 minutos. Veja o debate com a editora do Painel, Vera Magalhães, e o diretor-geral do Datafolha, Mauro Paulino, na TV Folha.

A coluna desta sexta-feira mostrou que o eleitorado da classe média impulsionou a imagem de Aécio como o candidato mais apto para realizar mudanças. O tucano saltou de 20% para 30% nesse item entre quem tem renda de 5 a 10 salários mínimos, e de 14% para 20% na faixa de 2 a 5 mínimos.