Justiça autoriza deputados a ouvirem ex-diretor da Petrobras preso

Por Vera Magalhães

O juiz Sergio Moro, responsável pela condução da operação Lava Jato, autorizou a comissão externa da Petrobras, na Câmara, a ouvir o ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa no Paraná, informa Andréia Sadi.

A informação é do deputado federal Fernando Franceschini (SDD-PR), que integra a comissão. A data foi marcada para o próximo dia 22.

“O senhor Paulo Roberto Costa é uma peça central nesse esquema de corrupção desvendado pela PF e, por isso, tem de apontar todos os responsáveis pelas irregularidades praticadas, até por uma questão de risco de vida. Hoje, ele é um arquivo vivo”, disse o deputado.

Paulo Roberto foi preso na operação da Polícia Federal e virou réu pela acusação do MPF de ser um dos chefes de quadrilha especializada em alvar dinheiro no exterior.

Paulo Roberto tem o direito de permanecer calado.