Governistas protocolam hoje CPI para investigar cartel do metrô de SP

Por Bruno Boghossian

Deputados e senadores da base de Dilma Rousseff vão protocolar na tarde desta quarta-feira (7) o pedido de criação da CPI mista para apurar denúncias de formação de cartel em obras dos metrôs de São Paulo e do Distrito Federal.

O requerimento tem o objetivo de atingir governos do PSDB em São Paulo e do DEM no Distrito Federal. Trata-se de um contra-ataque à articulação feita por oposicionistas para investigar contratos da Petrobras nas administrações de Lula e Dilma.

O pedido de investigação do cartel do metrô tem assinaturas de 32 senadores —cinco a mais que o necessário. A Câmara ainda não terminou de contar o apoio de deputados, mas líderes governistas afirmam que já há número suficiente.

O requerimento de criação da CPI mista pede a investigação de “fatos referentes à formação de cartel, corrupção de autoridades e outros ilícitos nos contratos, licitações, execução de obras e manutenção de linhas de trens e metrôs no Estado de São Paulo e no Distrito Federal, com o uso de recursos federais e em prejuízo na prestação do serviço público e transporte”.

Os governistas incluíram menção ao “uso de recursos federais” pois as comissões de inquérito do Congresso não podem apurar assuntos relacionados exclusivamente aos Estados.