Alckmin vende helicóptero do governo para Assembleia de Deus por R$ 1,9 mi

Por Paulo Gama

Quase um ano depois de anunciar que venderia seu helicóptero para manter o preço da passagem do metrô, em resposta às manifestações de junho de 2013, o governo de São Paulo conseguiu se desfazer da aeronave.

Uma denominação da Assembleia de Deus venceu nesta terça-feira (6) a licitação para comprar o helicóptero que prestava serviços para a gestão Geraldo Alckmin (PSDB).

O valor mínimo do certame era de US$ 850 mil, ou cerca de R$ 1,9 milhão. Esta foi a quarta tentativa do governo de vender a aeronave. Inicialmente, o preço pedido era R$ 400 mil mais alto.

O pregão foi vencido pela igreja São Caetano do Ministério Madureira da Assembleia de Deus, representada por seu presidente, o pastor Marcos Roberto Dias. Ela foi a única a apresentar propostas.