PF vê ação de ex-ministro para aprovação de projetos no Congresso

Por Painel

Na esteira da Operação Lava Jato, agentes da Polícia Federal encontraram indícios da atuação do empresário Pedro Paulo Leoni Ramos, que foi ministro do governo Collor, na aprovação recente de medidas provisórias e projetos de lei no Congresso. Ele já havia sido mencionado na operação. Agora, os investigadores buscam provas da relação do ex-ministro com parlamentares em um lobby considerado “decisivo” para a aprovação de projetos na área de petróleo e energia elétrica.

Lá… O governador Marconi Perillo (PSDB) avisou discretamente à cúpula tucana que será mesmo candidato à reeleição em Goiás. Durante o feriadão, no entanto, disse a empresários que ainda pretendia esperar até junho antes de tomar a decisão, “por motivos pessoais”.

… e cá Aliados contam que Perillo realmente cogitou não disputar mais um mandato. A imagem do governador ficou fragilizada em 2012, quando seu nome foi citado em investigações da PF sobre a relação de Carlinhos Cachoeira com políticos.

E eu? A ação que o PSDB deve protocolar no TSE na terça-feira contra o pronunciamento de Dilma Rousseff em rede nacional deve ter como “gancho” as críticas veladas que a presidente fez à oposição. Os tucanos querem que a Justiça Eleitoral se manifeste sobre a falta de um “direito de resposta”.

Dois lados Um auxiliar de Dilma Rousseff ironiza as propostas apresentadas por Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) a empresários e trabalhadores: “Aos empresários, prometem superavit que fazem tilintar os olhos do mercado financeiro. Aos trabalhadores, dizem que o aumento do Bolsa Família é insuficiente”.

Super… Justificativa do projeto de lei que dispõe sobre a prorrogação da política de valorização do salário mínimo, assinado por Paulinho da Força (SDD-SP) e Antonio Imbassahy (PSDB-BA), atesta que “nesses últimos anos, o Brasil vem experimentando profundas mudanças, sobretudo no âmbito social”.

… sincero “Houve indiscutivelmente um progresso, valendo destacar a redução da pobreza e da miséria”, diz o documento da oposição.

Liturgia Quatro bispos serão escalados pela CNBB para fazer perguntas aos candidatos à Presidência no debate da entidade, em 16 ou 18 de setembro. Os presidenciáveis responderão aos integrantes da igreja nos quatro primeiros blocos e, no quinto, farão perguntas entre si.

Santa Clara Auxiliares dos candidatos dão importância especial ao debate, pois o encontro será transmitido ao vivo por emissoras católicas de TV e rádio.

PIB… Políticos aproveitam a presença de empresários no Fórum de Comandatuba, na Bahia, para se aproximar de financiadores de campanha, mas alguns deles voam para seus Estados hoje para fazer campanha antes de voltar a Brasília.

APODE0405PAINEL

…ou povo “Corpo a corpo com o PIB não elege ninguém! Tem que ter voto!”, brinca um parlamentar.

Time Assim que Aécio Neves chegou ao hotel onde aconteceu o fórum, foi cercado por aliados. Numa rodinha de seis pessoas, destacava-se o senador Romero Jucá (PMDB), que já foi líder de governo de FHC e Lula.

Uma nota só O PSB articula com os economistas que se reuniram para a formulação do programa de governo de Eduardo Campos e Marina Silva, na última quarta-feira, uma nova rodada de conversa, dedicada exclusivamente a propostas de transição para economia de baixo carbono.

TIROTEIO

“Não adianta pronunciamento nem aparecer com Lula. A presidente Dilma não consegue frear a queda de popularidade nem com ABS.”

DE ALBERTO GOLDMAN, coordenador da campanha de Aécio Neves (PSDB) em SP, sobre as ações do PT e do governo para estancar a queda nas pesquisas.

CONTRAPONTO

Devo, não nego…

Ao cumprimentar o ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral) na entrada do palco em que aconteciam os discursos na festa do Dia do Trabalhador organizada pela Força Sindical, o senador Aécio Neves (PSDB) lembrou de uma promessa de almoço que o petista lhe fizera.

Carvalho reconheceu que estava em débito com o tucano, mas disse que não poderiam sentar à mesa agora:

-Vai ter que ficar para depois de outubro! -brincou, arrancando risos, lembrando a data das eleições em que Aécio deve enfrentar Dilma Rousseff.