Campos e Aécio têm divergências em discurso para empresários

Por Painel

Tons de cinza Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) começam a explicitar divergências no discurso direcionado ao empresariado. Enquanto o tucano promete criar uma secretaria para tratar da reforma tributária logo no início do mandato, o pessebista defendeu ontem que a medida é algo para “se legar em uma década” e criticou quem acha “que é possível fazer no primeiro dia”. Em recente jantar de Aécio com empresários em São Paulo, o tema encabeçava a lista de reivindicações.

Sombra Aliados de Campos não gostaram de seu desempenho na palestra de ontem para o Lide. Acham que o ex-governador “pisa em ovos” quando está ao lado de Marina Silva e não discursa com a mesma desenvoltura.

Time Dois técnicos que integraram o governo Lula estão entre os formuladores da área de energia do programa do PSB: Ildo Sauer, ex-diretor da Petrobras, e Luiz Pinguelli Rosa, ex-presidente da Eletrobras. O ex-ministro José Goldemberg, do governo Collor, também deve contribuir.

Deixa… O Solidariedade, aliado de Aécio, leva hoje à TV programa com críticas à política econômica de Dilma, sobretudo à falta de correção da tabela do Imposto de Renda e das aposentadorias.

… que eu bato “Não é um governo que o Brasil do século 21 merece”, dirá o deputado Paulinho da Força (SP), presidente do SDD.

Milhagem 1 Recuperado de uma labirintite sofrida após voltar da Europa, o ex-presidente Lula planeja um giro pela África a partir da próxima semana. No dia 6, em Luanda, participa de seminário de seu instituto sobre combate à fome.

Milhagem 2 Depois, vai a Abuja, na Nigéria, para o Fórum Econômico Mundial na África. Lula fará palestra e deve se encontrar com líderes políticos como o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, e o ex-primeiro-ministro britânico Gordon Brown.

Resta um Caso avancem as negociações para aliança com Paulo Skaf (PMDB) em São Paulo, Gilberto Kassab tem dito a aliados que ficará fora da chapa majoritária. O PSD indicaria Alda Marco Antonio para a vice e Henrique Meirelles para o Senado.

Saia… O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) vai votar contra ou apresentar emenda amanhã ao projeto da colega de bancada Gleisi Hoffmann (PR) que estende o regime diferenciado de contratação a todas as licitações públicas.

… justa O pré-candidato ao governo do Rio considera que o Estado não pode abrir mão de seu papel de planejamento e de elaboração de projetos e deixar que ele fique nas mãos das empresas.

Ampla Deputados de oposição definem hoje os nomes que vão indicar para a CPMI da Petrobras. Depois, vão a Renan Calheiros (PMDB-AL) para pedir que seja instalada a comissão mista, e não a CPI só do Senado.

Escalação Mendonça Filho (PE), líder do DEM, indicou Rodrigo Maia (RJ) e Onyx Lorenzoni (RS) para o grupo.

Liturgia… Em Roma para a missa de canonização do padre Anchieta, na semana passada, o ex-senador Gerson Camata (PMDB) ajoelhou-se para pedir a bênção ao papa, como fizera em 1997 diante de João Paulo 2º.

‌… em transe Desta vez, o pontífice Francisco se assustou quando o peemedebista tocou sua mão.

Visita à Folha Francisco Balestrin, presidente do Conselho da Anahp (Associação Nacional de Hospitais Privados), visitou ontem a Folha. Estava com Rita Nogueira, assessora de imprensa.

TIROTEIO

“Não sei se recorro à Justiça Eleitoral ou ao Procon. Se não for campanha antecipada, é no mínimo propaganda enganosa.”
DE FLEURY FILHO (PMDB), ex-governador e conselheiro da pré-candidatura de Paulo Skaf, sobre publicidade da área de segurança do governo paulista.

CONTRAPONTO

Ideia Fixa

Após sua palestra ontem na Associação Comercial de São Paulo, Aécio Neves (PSDB) foi questionado sobre o jantar da véspera, na casa do ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD). O tucano disse que não foi uma reunião política:

—Foi um encontro de amigos.

E começou a citar quem estava presente:

—O governador Geraldo Alckmin, o ex-governador José Serra, o Geraldo Goldman…

Diante do lapso, parou e se corrigiu:

—Perdão! Alberto Goldman. É que o Geraldo não sai da minha cabeça…