André Vargas desiste de renunciar ao mandato

Por Bruno Boghossian

O deputado André Vargas (PT-PR) desistiu de renunciar a seu mandato na Câmara nesta quarta-feira (16), dois dias depois de afirmar à Folha que deixaria a Casa. A informação foi confirmada por integrantes da bancada do PT no Congresso.

Segundo os petistas, o parlamentar decidiu finalmente ficar na Câmara ao constatar que sua renúncia não interromperia o processo de cassação aberto no Conselho de Ética de Casa após a revelação de suas ligações com o doleiro Alberto Yousseff, preso na Operação Lava-Jato da Polícia Federal.

Antes, Vargas cogitava renunciar por entender que sua saída da Câmara suspenderia o processo. Deputados do PT afirmam que Vargas julgou necessário permanecer no mandato para se defender das acusações. Mais cedo, no entanto, ele formalizou sua renúncia à vice-presidência da Casa.