Presidente da Câmara critica governo em jantar com Temer

Por Bruno Boghossian

Chamou atenção de peemedebistas o discurso duro do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), sobre a relação entre o Palácio do Planalto e o partido, durante jantar entre deputados e o vice-presidente Michel Temer, na terça-feira (1º).

Geralmente discreto em suas críticas à gestão Dilma Rousseff, Alves reclamou aos colegas que o governo não trata o PMDB, que tem a segunda maior bancada da Casa, como “aliado preferencial”.

O jantar, organizado a convite de Temer na casa do vice-governador do DF, Tadeu Filipelli, teve outro momento de tensão. O vice-presidente chamou Eduardo Cunha (RJ) para dar uma bronca no líder do partido na Câmara, que havia levado um assessor até o evento para colher assinaturas para o requerimento da oposição para instalar a CPMI da Petrobras.