Berzoini resgata equipe de Lula e promete revisar liberação de emendas

Por Bruno Boghossian

O novo ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Ricardo Berzoini, escolheu para sua equipe três auxiliares que integraram a articulação política do fim do governo do ex-presidente Lula –quando a relação entre o Palácio do Planalto e o Congresso enfrentava menos sobressaltos.

Além de Luiz Azevedo, que será o secretário-executivo da pasta, Jean Uema será o subchefe de Assuntos Parlamentares e Gilmar Dominicci será o subchefe de Assuntos Federativos. Os três trabalharam com Alexandre Padilha no governo Lula, no período em que ele foi ministro da Secretaria de Relações Institucionais.

O chefe de gabinete será Alan Trajano, que trabalhou com Berzoini na Câmara.

Em reunião com líderes da base aliada na manhã de quarta-feira (2), Berzoini ouviu críticas de deputados sobre a liberação de emendas parlamentares. Um líder reclamou: “Eu indico R$ 300 mil para um hospital, mas o ministério derruba minha emenda e coloca outra de R$ 500 mil no lugar. Fico na mão com minha base eleitoral”.

Berzoini disse reconhecer o problema e prometeu realizar um levantamento completo das emendas parlamentares e, se preciso, rever os acordos que foram fechados com sua antecessora no ministério, Ideli Salvatti.