Vereador tucano quer expulsar do PSDB prefeito que recebeu Padilha

Por Paulo Gama

Um vereador tucano de Adamantina, interior de São Paulo, enviou ofício timbrado de seu gabinete ao prefeito da cidade, Ivo Santos, também do PSDB, prevendo “consequências desastrosas” caso ele recebesse o pré-candidato do PT ao governo, Alexandre Padilha, nesta quarta-feira (26) — “inclusive convite para desligar-se do partido”.

No documento, Luiz Carlos Galvão sugere “ao preclaro companheiro nenhuma ação que possa significar ou inferir solidariedade e ou apoio à campanha do candidato Padilha, […]  bem como negar-se a eventualmente receber o referido candidato em seu gabinete”.

Santos deu de ombros e encontrou o petista durante a manhã.

Galvão diz no papel que tem “pleno aval” da direção regional do PSDB para o posicionamento.

padilha-psdb