PMDB recua de pré-convenção para evitar racha entre Câmara e Senado

Por Bruno Boghossian

Deputados do PMDB que ameaçam rever o apoio do partido à reeleição da presidente Dilma Rousseff recuaram e desistiram de propor a antecipação da convenção da sigla -ao menos por enquanto.

A bancada da Câmara não conseguiu apoio de senadores da legenda para o movimento. “Não é o momento oportuno”, diz um parlamentar.

A cúpula peemedebista teme que a tensão entre deputados do partido e o Palácio do Planalto provoque uma divisão entre as bancadas do PMDB na Câmara e no Senado. Os senadores do partido, em sua maioria, mantêm apoio a Dilma.

O documento que pede a antecipação da convenção propõe “fixar diretrizes para a atuação partidária, bem como decidir sobre coligações com outros partidos nas eleições de 2014”.

Na prática, o texto propõe que o evento do partido possa deliberar sobre o apoio do PMDB a Dilma.