Após derrota na Câmara, governo tenta tirar Marco Civil da Internet da pauta

Por Vera Magalhães
Plenário da Câmara dos Deputados na noite de terça-feira (Foto Pedro Ladeira/Folhapress)
Plenário da Câmara dos Deputados na noite de terça-feira (Foto Pedro Ladeira/Folhapress)

Depois de sofrer na Câmara uma derrota liderada pela bancada do PMDB, com a aprovação da comissão que vai investigar denúncias de corrupção na Petrobras, o governo agora tenta evitar um novo revés. O ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) procurou na manhã de hoje o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e pediu a retirada de pauta do projeto do Marco Civil da Internet.

A proposta sofre oposição dos deputados do PMDB, que ameaçava rejeitar o texto defendido pelo governo Dilma Rousseff. Internamente, o Palácio do Planalto passou a admitir que a rebelião da base aliada criou um risco real à aprovação do projeto.

Alves já começou a consultar líderes partidários sobre o assunto e pode retirar a proposta de pauta ainda hoje. Os peemedebistas devem concordar com o adiamento, mas defendem que o texto seja votado na semana que vem.