Ato com Dilma, Alckmin e Haddad tem protesto mirim em SP

Por Paulo Gama

Crianças recrutadas para fazer uma apresentação de dança durante evento realizado nesta segunda-feira em São Paulo, com a presença de Dilma Rousseff, Geraldo Alckmin e Fernando Haddad, fizeram um protesto do lado de fora do local da cerimônia.

Cerca de 40 alunos da Escola Municipal Desembargador Amorim Lima, da região do Butantã, gritavam para que sua entrada no auditório fosse liberada. Segundo uma das professoras responsáveis, Cristiane Marcondes, eles foram convidados para se apresentar antes da cerimônia de anúncio da campanha de vacinação contra HPV, mas não tiveram o acesso permitido.

Aguardaram, debaixo de sol, das 13h30 às 15h, quando foram colocados debaixo de um toldo. “Deixa eu entrar!”, gritavam as crianças, do lado de fora.

Quando as crianças já esperavam havia mais de uma hora sob sol, um assessor disse para a professora que já não haveria tempo para as crianças se apresentarem, e elas foram embora.

“Ninguém deu nenhuma satisfação, ninguém explicou nada”, protestou a professora  Cristiane.